Presença das irmãs Cistercienses no território Brasileiro

 

Nossa missão no Brasil

   Nossa  missão está situada na cidade de Claraval, antiga Garimpo das Canoas, no  estado de Minas Gerais, na Diocese de Guaxupé.
   Os Monges Cistercienses de Casamari-Itália, estão empenhados no distrito de Garimpo das Canoas deste 1950, foram eles que promoveram e desenvolvimento e  serviços essenciais,  colaborando com a população, instalaram rede elétrica, água, escola,  posto de saúde, moradia etc...
   Em agosto de 1953,  por ocasião da comemoração do “oitavo centenário  da morte de São Bernardo” o povo aprova com alegria  a proposta feita pelo Prior  e Pároco Dom Pedro, de  amancipar o destrito  do Garimpo das Canoas do município de Ibiraci, tornando autonômo. O novo  município recebe o nome de Claraval  em honra a São Bernado, grande propagador da Ordem Cisterciense e Doutor da Igreja.
   Foi aqui neste contexto que os Monges Cistercienses convidaram as filhas de Madre Claudia para iniciar a primeira Missão no Brasil. As primeiras irmãs missionárias italianas  que chegaram ao Brasil  no dia 20 de agosto de 1990, foram: Irmã Carmela Rostirolla, irmã Daniela Zaninello e irmã Bertilla Di Bari.
   As irmãs colaboram na evangelização e na promoção social da população. Em 1994,  vendo a necessidade das famílias a Congregação, com a ajuda  de benfeitores italianos contribuíram para a fundação da Creche Claudia De Ângelis da Cruz, com o objetivo de acolher as crianças , dando uma educação fundamental,  possilitando as mães de trabalharem. Atualmente a mesma acolhe cerca de 90 a 100 crianças.

 

O cotidiano das Irmãs

   A finalidade fundamental da nossa vida é a santificação pessoal e um empenho de operosa caridade para com as necessidades, espiritual e social do próximo. A vida das irmãs deve ter como ponto de referência e de costante alimento a oração litúrgica, especialmente a Celebração Eucarística que é o cume, em conformidade às diretrizes da Igreja e às exigências da nossa participação ao apostolado ativo. Na programação do dia dar-se-á importância particular a celebração comunitária da Liturgia das  Horas, ouvindo a Deus que fala a seu povo e celebrando o mistério da salvação, o louva sem cessar com o canto e a oração e suplicando com insistência pela salvação de todo mundo .
   Com íntima participação à oração pública da Igreja, as irmãs participam de cada  hora correspondente do dia, rezam em comum, com dignidade e devoção as Laudes, a Hora média do dia, as Vésperas e a oração da noite(Completas), santificando desta  forma o dia inteiro.
   A comunidade da irmãs tem por fundamento o amor a Deus e a caridade recíproca entre as co-irmãs, na comunhão fraterna alimentada através da oração,  adoração Eucarística, encontros de formação e retiros espiritual.
   O nosso  apostolado  consiste antes de tudo, no testemunho da vida consagrada que deve ser alimentada com a oração e pela união a Deus.


Partindo do compromisso fundamental da nossa Fundadora, de trabalhar para o benefício  cultural e religioso da juventude.
    A nossa comunidade , deixando-se guiar  pela divina Providência  através das necessidades atuais, dedicam-se a educação cristã da juventude na catequese e no crescimento humano e espiritual de pessoas de diferentes idades e condições sociais, mas sobretudo aos menos favorecidos. Acompanham e contribuem com as famílias ameaçadas pelo perigo do alcolismo, exploração de menores e ao combate a prostituição de jovens e adolescentes.
   As  irmãs adquirem conforme a necessidade local, uma adequada preparação profissional psicológico-assistencial. Hoje de fato, nossas irmãs  em colaboração com a Prefeitura de Claraval e assistentes sociais, atendem a Creche e as famílias dessas mesmas crianças. Cuidam naturalmente da animação litúrgica, da catequese e do percurso de discernimento vocacional, propondo a Palavra evangelizadora às pessoas de diversas idades, envolvendo crianças, jovens, pastoral da saúde e da esperança.
   Anunciam o Evangelho através dos vários e possíveis meios de comunicação, e também organizam missões, colaborando e sendo presença também em outras realidades e Dioceses.