Formação

 

Fomação das Religiosas
   A vida religiosa das nossas irmãs, quer para a própria santificação pessoal, quer para  uma adequada participação à ação apostólica da Igreja com particular referência às obras da Congregação, depende na maior parte de séria formação espiritual, doutrinal e prática.
   Em consideração das finalidades imediatas a que está destinada, a formação das nossas irmãs divide-se em duas categorias: A Formação Inicial; a espiritualidade e à vida do Instituto, que compreende o postulantado, o noviciado e o juniorato. E a  Formação Permanente; que deve acompanhar a irmã durante todo o curso de sua vida religiosa.

Aspirantado… há um objetivo
   No aspirantado a jovem deve ser formada a uma profunda vida cristã, à compreensão da vida religiosa e às finalidades do Instituto.

Postulantado… há um objetivo
   De promover o desenvolvimento da maturidade, de verificar e completar, se necessário, o grau de cultura religiosa exigida para quem se prepara a se consagrar ao Senhor e de providenciar a passagem progressiva da aspirante da vida do mundo ao estilo de vida específico do noviciado.

Noviciado… há um objetivo
   Aprender com a doutrina e com o exemplo, a realizar pouco a pouco na própria vida e condições daquela harmônica unidade que associa a contemplação e a ação apostólica. A partir de então vestirá o hábito religioso próprio da noviça.

Juniorato (a primeira profissão)… há um objetivo
   Com o nome Juniorato vem designado o período dos votos temporários.
É a terceira prova para o ingresso definitivo no Instituto, com a finalidade de  continuar e completar a formação teórica e prática das jovens irmãs e de facilitar a gradual inserção nas obras da Congregação.

Profissão Perpétua.
   Com a Profissão dos votos definitivos, a irmã inicia a formação permanente, que a acompanhará em todo o curso de sua vida.